fbpx

Governador Beto Richa entrega moradias para 50 famílias carentes, com renda mensal de até R$ 1.600, elas não pagarão nada pela casa, graças aos subsídios do poder público aplicados no programa. Participaram da entrega o presidente da Cohapar, Abelardo Lupion, e representantes do governo federal, deputados e demais autoridades. Andirá, 25/08/2016. Foto: Orlando Kissner/ANPr

O deputado estadual Luiz Claudio Romanelli, líder do governo na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), esteve em Andirá na tarde desta quinta-feira (24), ao lado do governador Beto Richa, para entregas as chaves das novas moradias de 50 famílias carentes. O subsídio faz parte do programa “Minha Casa Minha Vida” em que cada família com renda mensal de até R$ 1.600, não pagará nada pela casa.

Para o governador Beto Richa, as entregas fazem parte de mais uma grande ação na área habitacional do estado. “Isso significa a materialização de um sonho acalentado há anos pelas famílias, muitas esperando a vida inteira para ter uma casa”, afirmou.

De acordo com o deputado Romanelli, são famílias carentes que merecem ter para onde voltar após um dia de trabalho. “Essas famílias não precisarão mais gastar o pouco dinheiro que têm com alugueis. Isso já faz uma grande diferença. Agora poderão usar a renda mensal com outras coisas e proporcionar mais bem-estar aos filhos. E isso não tem preço”, disse.

O presidente da Cohapar, Abelardo Lupion, ressaltou a completa mudança na vida das famílias, a segurança para criar os filhos, a partir da casa própria. “É um dia importante para as famílias e para nós, que propiciamos isso como agentes públicos. É uma bênção, estamos fazendo a nossa parte”, disse Lupion. Ele citou o Fundo de Combate à Pobreza, criado pelo governador Beto Richa, que possibilitará a construção de mais moradias para famílias de baixa renda no Estado.

O empreendimento é denominado Residencial Paulino Dalaqua, foi construído em parceria do poder público, com investimentos de R$ 1,5 milhão através do programa Minha Casa Minha Vida. O governo estadual fez um aporte adicional de R$ 5 mil por casa, além da assessoria técnica da Cohapar e os serviços da Copel na instalação do sistema de energia elétrica do residencial. A prefeitura de Andirá foi responsável pelo terreno, iluminação pública e sistemas de água e esgoto. O governo federal repassou recursos do Ministério das Cidades.

O trabalhador rural Ailton Benedito Henrique comemorou muito a conquista da casa própria. “Bom demais”, disse ele, contando que ele e a esposa esperavam muito por uma boa moradia. “Agradeço muito a Deus e a todos que fizeram esse trabalho. Temos um futuro melhor, especialmente agora que teremos outro filho”, contou. “Vamos aumentar a casa, estamos planejando essas coisas, fazer muro.”

A nova moradia vai melhorar a vida, também, da Ana Paula Aparecida de Souza, 31 anos, que tem cinco filhos e está grávida. “Significa tudo. Nunca esperava ganhar uma casa assim. Graças a Deus. Antes eu morava numa casa cedida. Agora é minha, é outra coisa. Eu não conseguiria uma casa própria se não fosse com essa ajuda. Agora vem mais um filho que vai nascer na casa nova”, disse ela.