fbpx

DSCN8452

A Assembleia Legislativa realiza nesta quarta-feira ( 08/03), na sessão plenária, uma audiência pública com a participação dos parlamentares, de representantes dos servidores, da ParanaPrevidência, do Ministério Publico, Tribunal de Justiça e Tribunal de Contas, além de especialistas em previdência para debater o projeto propondo ajustes no sistema de previdência do funcionalismo público estadual.

Segundo o líder da base de apoio ao governo, deputado Luiz Claudio Romanelli, a audiência é fruto de um acordo com o Fórum de Entidades Sindicais para debater o tema de forma pública, com transparência.

“Negociamos com os servidores e vamos garantir, por exemplo, a paridade de participação dos servidores nos conselhos da Paraná Previdência, o que hoje não acontece”.para discutir o projeto propondo ajustes no sistema de previdência do funcionalismo público estadual.

Segundo Romanelli, “ o novo projeto é fruto de uma discussão prévia bastante ampla e chega na Assembleia Legislativa bem avançado. Teremos um debate político, pautado pelo interesse público. Há outros temas relevantes que têm que ser discutidos e debatidos, medidas a serem tomadas, mas sempre em uma mesa de negociação. Claro que estamos abertos a análises, a discussões, a críticas, mas o projeto já chega aqui muito bem discutido e bem formulado”, analisa Romanelli.

O novo projeto do governo propõe a paridade entre Estado e servidores na formação dos conselhos da Paraná Previdência, além de assegurar o aporte de R$ 1 bilhão no Fundo Previdenciário e propõe a migração de 33.556 beneficiários (aposentados e pensionistas), com 73 anos ou mais, que hoje recebem por meio do Fundo Financeiro, bancado pelo Tesouro do Estado, para o Fundo Previdenciário, formado por contribuições do poder público e dos próprios servidores.