O deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB) afirmou terça-feira, 1º de setembro, que os investimentos estaduais no Vale do Paranapanema vão permitir a referência da cidade de Colorado como um centro regional em saúde.

Recentemente, Romanelli destacou o repasse de R$ 1,2 milhão no Hospital Santa Clara, que possibilitou a compra de equipamentos, como respiradores, ventiladores e monitores que abasteceram os leitos exclusivos para tratamento da covid-19.

Agora são mais R$ 774,2 mil para a construção da sede do Cisvap (consórcio intermunicipal de saúde), reforma e adequação de um prédio de 858 metros quadrados para atender as cidades de Jardim Olinda, Paranacity, Lobato, Colorado, Santa Inês, Santo Inácio e Nossa Senhora das Graças.

“As obras começaram em julho deste ano e a previsão de conclusão é já para dezembro. Um investimento importante que, somado aos investimentos já feitos no Hospital Santa Clara, vão fazer de Colorado o centro regional em Saúde do Paranapanema,” reforçou Romanelli.

Desde 1993, o Cisvap funciona em instalações provisórias, em prédios alugados. A prefeitura de Colorado cedeu, por 20 anos, o imóvel onde funcionava a antiga Estação do Ofício, que agora será usado exclusivamente para atendimento à saúde. Os investimentos estaduais permitem as adequações necessárias para atendimento à região, além de equipar o consórcio com todos os equipamentos necessários.

Estrutura

A nova sede do consórcio terá quatro consultórios odontológicos, salas de ortopedia e gesso e para exames de ultrassonografia e eletrocardiograma. Além disso, o Cisvap vai contar com espaços para atendimentos de dermatologia, oftalmologia, gastroenterologia, ginecologia, cardiologia, fisioterapia, fonoaudiologia e psiquiatria. “Todos as consultas serão eletivas e as despesas com profissionais e medicamentos serão divididas entre todos os municípios participantes”.

O Cisvap é um dos consórcios intermunicipais de saúde mais antigos do Paraná. Os sete municípios que o integram também participam do Cisamusep (Consórcio Público Intermunicipal de Saúde do Setentrião Paranaense).

Atualmente, as consultas de especialidades são feitas numa mesma sala. Por isso, são agendadas consultas de apenas uma especialidade por semana. Com o investimento, o número de consultas semanais será ampliado.

Além disso, com a parceria com o Hospital Santa Clara, os moradores da região não precisarão viajar mais 100 quilômetros para receber atendimento. A distância vai diminuir e garantir tranquilidade, agilidade e segurança, com o atendimento mais perto do paciente. Os consórcios de atendimento têm como meta ampliar a oferta secundária para o SUS (Sistema Único de Saúde) nos municípios.

O Governo do Paraná repassa aos consórcios cerca de R$ 30 milhões por ano para custeio das atividades. “A expectativa é de dobrar o valor do repasse para custeio, destinando R$ 60 milhões para os 25 consórcios de saúde do Paraná, a partir do ano que vem. Desde o ano passado, já foram repassados mais de R$ 5 milhões em equipamentos para garantir atendimento à população paranaense”, disse Romanelli.

Deixe um comentário