fbpx

O líder do governo na Assembleia Legislativa, deputado Luiz Claudio Romanelli participou nesta terça-feira (4), ao lado do governador Beto Richa e do secretário da Agricultura e Abastecimento, Norberto Ortigara do lançamento do programa Compra Direta Paraná.

O programa contará com R$ 15 milhões, oriundos do Fundo de Combate à Pobreza, para aquisição de alimentos da agricultura familiar, que serão repassados a entidades filantrópicas, hospitais e asilos, entre outros, em todo o Paraná.

Romanelli ressaltou a importância do Compra Direta e relembrou os investimentos realizados no programa, quando foi secretário do Trabalho, Emprego e Economia Solidária. “Nos primeiros quatro anos de governo Beto Richa, através do Compra Direta, nós investimos R$ 92 milhões através de uma parceria com o governo federal, para gerar renda ao produtor e colocar, do outro lado, alimento na mesa de quem precisa”, disse.

Segundo Romanelli, o Compra Direta sofreu um processo de desmanche por parte do governo federal e os recursos investidos foram sendo reduzidos.” Demonstrando sensibilidade, o governador Beto Richa decidiu criar o Compra Direta Paraná, que indiscutivelmente será muito importante para oferecer alimentos de qualidade a quem precisa”, afirmou.

O deputado ressaltou os investimentos feitos pelo governo na aquisição de alimentos, especialmente para a alimentação escolar. “Quando o governador Beto Richa assumiu, apenas 3% da merenda escolar era oriunda da agricultura familiar na produção de alimentos. Hoje é 50% da merenda escolar e o objetivo é chegar a 100%. O caminho está sendo trilhado. Foi um compromisso que o governador assumiu em seu plano de governo e está cumprindo.

Romanelli também enalteceu o trabalho realizado pelo secretário Norberto Ortigara e equipe. “A Emater e todas as empresas do sistema da Seab são fundamentais para apoiar os agricultores familiares. O programa Compra Direta valoriza a agricultura familiar e a agroecologia e é um instrumento eficaz para gerar emprego e renda no campo. Ao mesmo tempo, oferta alimentos saudáveis e de qualidade para quem precisa. O programa estimula o desenvolvimento local e possibilita a geração de iniciativas que garantam a permanência da família no campo com qualidade de vida”, ressaltou.