O presidente da Associação Comercial e Industrial de Campo Mourão (Acicam), Ben-hur Teixeira Berbet, disse nesta quinta-feira, 22, durante audiência pública da Frente Parlamentar sobre o Pedágio, que a decisão sobre a forma das concessões de rodovias deve ser da sociedade paranaense. “Como podemos aceitar que não sejam os paranaenses que venham decidir o futuro do Paraná?”, questionou.

Berbet disse que os empresários são favoráveis à posição da sociedade, construída pelos deputados estaduais a partir das audiências da Frente Parlamentar, de que a licitação seja feita pela menor tarifa, sem outorga. “O paranaense não aceita outorga e de nenhum modelo que venha a onerar as tarifas”, afirmou.

Segundo Berbet, a atuação dos deputados estaduais cumpre importante papel de dar voz à sociedade. “Depois de decidido o modelo não vai adiantar manifestar indignação. O momento é agora. É hora dos paranaenses tomarem a rédea deste processo”.

O prefeito de Campo Mourão, Tauílio Tezelli (CDN), também destacou o posicionamento dos deputados estaduais contra o modelo híbrido e considerou fundamental a iniciativa da Assembleia Legislativa de permitir um espaço para que a sociedade possa se manifestar a respeito das concessões. “Queremos regras claras e preços justos para não sacrificar a população”, disse.

Deixe um comentário