fbpx

DNIT tem que garantir segurança nas rodovias federais no Paraná, diz Romanelli

O deputado Luiz Claudio Romanelli (PSD) disse nesta terça-feira, 12, que o DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte) tem que garantir segurança, sinalização e iluminação nas praças de pedágios desativadas nas rodovias federais no Paraná.

“O DNIT alega ausência de recursos para fazer a manutenção, mas isso é problema do governo federal. As praças de pedágio, desativadas ou abandonadas, são da União e a responsabilidade é do DNIT. São eles que têm que garantir a segurança, sinalização e iluminação dessas antigas estruturas de cobranças de pedágio”, disse.

Romanelli lembra que a decisão (manutenção das praças pelo DNIT) é resultado da ação civil pública oferecida pelo Instituto Brasil Transportes (IBT) à Justiça Federal. Depois de duas audiências de conciliação, as partes envolvidas (IBT e DNIT) chegaram ao acordo e responsabilidade cabe ao órgão do governo federal. 

Responsabilidade – Na ação, segundo Romanelli, o IBT responsabilizou o departamento nacional pela gestão das rodovias federais, especialmente das antigas praças de pedágio que foram desativadas mas que estão abandonadas. “Vândalos depredam as praças, além do que sem a sinalização adequada, esses locais atrapalham o fluxo do trânsito e causam acidentes”.

Ainda nesta terça-feira, a imprensa estadual noticiou que a praça de pedágio desativada de Arapongas voltou a ficar completamente no escuro após uma nova série de vandalismos nos postes instalados no local. Em maio, segundo a reportagem de uma emissora de TV, uma mulher ficou ferida após sofrer um acidente de carro na praça de pedágio desativada, durante a duração do primeiro apagão.

Há menos de dois meses, diz a reportagem, a Copel reinstalou a iluminação na praça desativada após toda a fiação elétrica ter sido furtada.

Deixe um comentário