fbpx

O programa Projovem Trabalhador – Juventude Cidadã qualificou mais 52 trabalhadores, que estão qualificados e preparados para ingressar no mercado de trabalho. Desta vez, o programa atendeu trabalhadores do município de Santa Mariana, no Norte do Paraná. A solenidade de formatura contou com a participação do secretário do Trabalho, Emprego e Economia Solidária, Luiz Claudio Romanelli, do prefeito Jorge Rodrigues Nunes e do presidente da Câmara de Vereadores local, ex-prefeito Arati Cafieiro de Toledo. Várias autoridades locais e regionais também prestigiaram o evento, dentre elas, os chefes da regional da SETS, Helvécio Alves Badaró e da Saúde, Edimar Santos, além do vereador Fernando Vanuchi Peppes, de Cornélio Procópio.

Romanelli lembrou que o município de Santa Mariana é um dos que tem mais alunos matriculados no programa Projovem Trabalhador. Além dos 52 formados, que concluíram os estudos nos eixos de Serviços Pessoais e Vestuário, outros 58 ainda estão em atividade de qualificação profissional e devem concluir esta fase de preparação para o mercado de trabalho ainda este ano. O secretário do Trabalho destacou também a importância da parceria entre a União, o Estado e o município para promover a qualificação profissional dos jovens trabalhadores de Santa Mariana. “O Projovem Trabalhador só está em andamento porque tem o apoio da presidenta Dilma Rousseff, do governador Beto Richa e prefeito Jorge Nunes e o empenho e dedicação de cada um destes alunos, que enfrentam todas as dificuldades para melhorar as condições de empregabilidade”, destaca Romanelli.

O prefeito Jorge Nunes falou sobre o desafios enfrentados pelo município para garantir qualificação profissional. Além dos cursos do Projovem Trabalhador, estão abertas outras vagas também para qualificação profissional por meio do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego, o Pronatec, que tem vagas disponíveis para cursos de Recepcionistas e Operador de Computadores, também em parceria com o Estado e a União. “Já temos uma agenda de cursos programada para 2014 e as vagas estão abertas para atender o trabalhador de Santa Mariana. Temos recebido apoio importante do Estado e da União para que os nossos jovens trabalhadores estejam cada vez mais bem preparados para o mercado de trabalho”, observa.

Desempenho — Ao todo, 100 trabalhadores serão qualificados pelo programa Projovem Trabalhador em Santa Mariana. Destes, 52 receberam certificados de conclusão de curso nas áreas de Vestuário e Serviços Pessoais. Outros 58 ainda estão em atividade e devem concluir a capacitação ainda este ano.

O jovem Joane Pedro Pereira de Andrade, 23 anos, frequentou o curso de Vestuário para obter conhecimento para enfrentar o mercado de trabalho. “Eu queria aprender algo novo, que me encaminhasse ao mercado de trabalho. O Projovem Trabalhador me possibilitou isso. Agora estou preparado para exercer a profissão e ajudar mais minha família”, conta, informando que ainda não está trabalhando, mas iniciará os contatos com empresas do ramo.

A jovem Cristielle Aparecida Rico também foi qualificada para atuar no ramo de Vestuário. Ela optou por esse ramo de atividade por ter se identificado com a profissão e querer aprender mais para poder trabalhar. “A qualificação profissional me possibilitou conhecer algo novo, que eu, apesar de gostar, ainda o tinha como algo desconhecido. Agora estou preparada e animada para enfrentar o mercado de trabalho”, relata.

Já o jovem Bruno de Souza, 19, optou pelo curso de Serviços Pessoais por ver nesta área algo diferente, com o qual ele pudesse trabalhar e melhorar de renda. Antes de se qualificar, ele estava desempregado. Hoje, como autônomo, comemora os resultados de seu esforço para obter qualificação profissional. “Antes eu não fazia nada porque não estava qualificado. Agora aprendi a fazer depilação, cuidar do cabelo unha, o que me garante um boa quantia de renda mensal”, revela.

O secretário Romanelli, durante a entrega dos certificados de qualificação profissional, parafraseou a poetisa paranaense Helena Kolody, que escreveu que “para quem caminha em direção ao sol é sempre madrugada”. Para Romanelli, “é fantástico a gente colocar em nosso horizonte um sol, um objetivo e poder alcançá-lo na vida”. “É isso que eu desejo, que vocês alcancem o seu sol e que ele possa iluminar a vida e o caminho de vocês, assim como Deus, o Sol da Justiça, tem iluminado o caminho de todos nós!”, conclui o secretário estadual do Trabalho, Luiz Claudio Romanelli.

Projovem Trabalhador — O programa Projovem Trabalhador visa a qualificação profissional de jovens entre 18 e 29 anos, preparando-os para o mercado de trabalho. Os cursos são ofertados em todo o Paraná, por meio de parceria entre a Secretaria Estadual do Trabalho, Emprego e Economia Solidária, Ministério do Trabalho e Emprego e Prefeituras.

Os alunos receberam o certificado de conclusão de curso porque obtiveram 75% ou mais de presença nos arcos ocupacionais executados. A carga horária exigida para o curso é de 350 horas, das quais 100 horas são destinadas à qualificação social, onde são abordados questões de Ética e Cidadania, Educação Ambiental, Noções de Direitos Trabalhistas e Qualidade de Vida e as outras 250 horas são dedicadas à teoria e prática da qualificação profissional.

Deixe um comentário