fbpx

O deputado estadual Luiz Claudio Romanelli (PSB), líder do governo Assembleia Legislativa, participou da entrega nesta quarta-feira (23), ao lado do governador Beto Richa, do presidente da Sanepar, Mounir Chaowiche, e do prefeito Gelson Mansur Nassar, das obras de ampliação do sistema de abastecimento de água e esgotamento sanitário de Joaquim Távora. A construção da nova Estação de Tratamento de Esgoto do município custou cerca de R$ 2 milhões.

Outros R$ 922 mil foram destinados à ampliação dos sistemas de água e esgota somados a mais R$ 74 mil liberados pela prefeitura. Aproximadamente 500 famílias foram beneficiadas com obras.

O governador Beto Richa destacou os repasses do Estado para as áreas de saneamento e habitação. “Fazemos o maior investimento em saneamento que o Paraná já viu e esta obra é mais um exemplo disso. A Sanepar é a melhor companhia de saneamento do Brasil. Das 11 cidades com melhores índices do País, cinco estão no Paraná”, afirmou.

Richa também ressaltou que o mesmo acontece na área da habitação. “O nosso governo constrói casas nos 399 municípios do Paraná. São mais de 100 mil famílias atendidas com os programas de habitação”, disse o governador. “Em Joaquim Távora, além de inaugurar estas 42 unidades habitacionais, temos projetos em andamento para a construção de mais 250 casas”.

Para Romanelli, o acesso à água potável é obrigação do governo e condição fundamental para o desenvolvimento da população. “Como disse o Papa Francisco, o saneamento básico é mais do que necessário para a superação da injustiça social, para a supressão da pobreza e da foma, para que consigamos superar os índices elevadíssimos de mortalidade infantil, além de outras doenças que são evitáveis caso haja uma gestão política competente”, afirmou.

O líder do governo também lembrou que mesmo em 2018, ainda existem muitas famílias sem acesso a rede de esgoto e água potável em todas as regiões brasileiras. “Investimentos como este permitem que a nossa população possa se desenvolver com mais saúde, além de cooperarmos com a sustentabilidade ambiental”, disse.

O presidente da Sanepar, Mounir Chaowiche, salientou que os investimentos da companhia no Estado somam R$ 8 bilhões desde 2011 – R$ 4,5 bilhões já foram aplicados e o restante está sendo usado para obras em andamento ou já projetadas. “Esta região tinha uma dificuldade muito grande, com pedras que dificultavam a perfuração. Agora, com esta estação de tratamento, eliminamos as fossas, trazendo mais saúde e cuidando com o meio ambiente e a população”, disse.

ESGOTO – A Estação de Tratamento de Esgoto Pinhal vai atender 933 pessoas. A obra conta com dois quilômetros de emissários e cinco quilômetros de rede coletora para 285 ligações.

De acordo com o prefeito Gelson Mansur Nassar, a obra vai beneficiar uma localidade que não era atendida com coleta e tratamento de esgoto. “São Roque do Pinhal ficou muito tempo esquecido, fazia muito tempo que não saíam obras. Muitas estão em execução, mas esta é a mais importante”, disse. “As casas daqui tinham fossas que transbordavam quando chovia, causando mal cheiro e atraindo muitos mosquitos”, contou.

Também foi feita a extensão do serviço de coleta de esgoto da Estação Elevatória Green Vale, no bairro com o mesmo nome, que possibilitou o atendimento a outras 200 famílias. Foram construídos dois quilômetros de rede coletora. O valor da obra é de R$ 700 mil.