fbpx

Com objetivo de qualificar jovens entre 18 e 29 anos para o mundo do trabalho, o programa Projovem Trabalhador – Juventude Cidadã, formou 42 alunos nos cursos de Administração, Metal Mecânica, Telemática e Construção e Reparos no município de Lapa, Região Metropolitana de Curitiba. A formatura aconteceu na noite de quarta-feira (23) com a participação do secretário estadual do Trabalho, Luiz Claudio Romanelli, da prefeita, Leila Klenk, vereadores, secretários municipais e familiares dos formandos.

Na oportunidade, Romanelli incentivou os jovens a estudar e explicou que quem possui qualificação profissional tem rendimento financeiro até 24% maior que aquele que não recebeu qualificação. “O mercado de trabalho está bastante aquecido no Brasil, e o jovem que está mais preparado consegue os melhores trabalhos e os melhores salários”, destacou.

A prefeita Leila Klenk , pediu aos alunos que não desistam de enfrentar os desafios da vida e de aproveitar as oportunidades. “Antigamente nós não tínhamos as mesmas oportunidades que existem hoje, por isso, esse é o momento de estudar e de trabalhar, essas duas atividades são fundamentais na vida, porque uma completa a outra”, destacou.

Juliane Duralt Alberti de 20 anos, foi uma das alunas do curso de Construção e Reparos. Ela conta que ficou sabendo do curso através da rádio da cidade e foi a Agência do Trabalhador fazer a inscrição. “No início até o professor ficou surpreso porque não é comum mulheres fazerem esse tipo de curso, mas o fato mais marcante foi quando precisei instalar tomadas em minha casa. Um dos atendentes da loja de material elétrico perguntou como eu sabia o tipo de fio que precisa. Expliquei que fazia um curso de qualificação profissional no qual aprendi como funciona os condutores de eletricidade e como instalar equipamentos elétricos”, contou Juliane.

Dedicação – O professor Jair Afonso Portes que ministrou aulas de eletricidade no curso de Construção e Reparos, destacou a participação de jovens mulheres no curso. “Fiquei surpreso com a participação das mulheres, mas o que mais me chamou a atenção foi a dedicação e o empenho delas em aprender técnicas que geralmente só homens estão acostumados à fazer”, contou o professor.

Projovem — O Projovem é um programa do Governo Federal, realizado em parceria com o Governo do Paraná, que visa à qualificação de jovens entre 18 e 29 anos, qualificando-o para o mercado de trabalho. A carga horária exigida para o curso é de 350 horas, das quais 100 horas são destinadas à qualificação social, onde são abordados questões de Ética e Cidadania, Educação Ambiental, Noções de Direitos Trabalhistas e Qualidade de Vida. As outras 250 horas são dedicadas à teoria e prática da qualificação profissional.

Participaram do evento a chefe do Escritório Regional de Curitiba da Secretaria do Trabalho, Alzimara Cabreira Bacellar e o técnico Luciano Cruz de Carvalho, a gerente da Agência do Trabalhador de Lapa, Sandra Regina Batista Afonso, vereadores, secretários municipais, representante da Sociedade Educacional de Santa Catarina – Sociesc e familiares dos formandos.

 

Deixe um comentário