fbpx

Coordenado pela Secretaria de Estado do Trabalho, Emprego e Economia Solidária, o ProJovem começou a formar as primeiras turmas em cursos de qualificação social e profissional no Paraná

Na terça-feira (24) três turmas de Serviços Pessoais, Administração e Turismo e Hospitalidade, formaram, 55 alunos. Em todo o Litoral do Estado, 472 alunos participam dos cursos do ProJovem.

O secretario estadual do Trabalho, Luiz Claudio Romanelli, ressaltou a importância da educação profissional na vida dos jovens. “Hoje é fato, quem estuda, quem busca um curso de qualificação profissional tem maior chance de conquistar um trabalho e de ter uma remuneração maior. Por isso é fundamental que os jovens estudem e continuem estudando”.

Segundo Romanelli, o trabalhador qualificado tem um rendimento até 24% maior que aquele que não recebeu qualificação. “Além disso, a qualificação profissional aumenta as chances do trabalhador ser contratado por estar informado e preparado para ocupar as milhares de vagas disponíveis hoje em todo o Paraná. Esta é a chance do trabalhador se qualificar e do Paraná vencer este grande desafio de ocupar as vagas disponíveis no mercado de trabalho, garantindo os investimentos feitos pelo Estado em todas as regiões paranaenses”, destacou Romanelli.

Auxiliar de pedreiro, Marcos Milcharske, 27 anos, foi um dos formandos do curso de Turismo e Hospitalidade. “Sou morador de Morretes e conheço bem o município, mas não sabia a história de cada lugar e o significado de cada ponto turístico. Quando voltei para a sala de aula, tive a oportunidade de conhecer a história da nossa cidade em detalhes, inclusive a história da igreja matriz e do marco zero”.

Ele contou ainda que tem interesse em trabalhar como guia de turismo. “O turismo aqui em Morretes vem aumentando a cada ano, isso é bom porque abre oportunidades para quem quer trabalhar nessa área”, explica Marcos.

Aos 20 anos, Keizy da Silva Andreata, já concluiu o ensino médio e aguardava ansiosa para fazer um curso de qualificação profissional. “Escolhi fazer serviços pessoais. Aprendi técnicas de maquiagem, manicure, pedicure, penteado e decoração de unha. Já tinha noção de alguma coisa porque minha mãe trabalha com isso, agora estou ajudando ela”, contou Keizy.

Com objetivo de melhorar o atendimento aos clientes e administrar melhor o próprio negócio, Rogério Fernandes dos Santos, 25 anos, que trabalha na área de funilaria em Morretes, explica que no curso aprendeu noções básicas de contabilidade, financeira e administrativa em geral. “As aulas vão me ajudar muito a aperfeiçoar o meu trabalho”, disse.

PROJOVEM – O Projovem Trabalhador Juventude Cidadã é um programa do Ministério do Trabalho e Emprego, executado em parceria com o Governo do Paraná, por meio da Secretaria de Estado do Trabalho, Emprego e Economia Solidária. O Programa tem o objetivo de contribuir na formação intelectual, técnica e cultural do cidadão. Os cursos têm duração de 350 horas/aulas, sendo 100 horas de qualificação social e 250 de qualificação profissional. O estudante recebe também uma bolsa auxílio no valor de R$ 100/mês, lanche, transporte, kit escolar, material didático e camisetas com a identificação do programa.

Participaram do evento o chefe do Departamento de Gestão do Sistema Público de Trabalho, Emprego e Renda, José Maurino de Oliveira Martins, a chefe do escritório regional de Curitiba, Alzimara Cabreira Bacellar, a gerente da Agência do Trabalhador de Morretes, Daniela Meduna, o prefeito Hélder Teolifo dos Santos, entre outras autoridades locais.

Deixe um comentário