A conclusão do último trecho do Contorno Norte de Curitiba (PR-418) foi principal tema da reunião organizada nesta quarta-feira (27) pelo deputado Romanelli (PSB) com a prefeita de Colombo Beti Pavin (PSDB), o secretário de Desenvolvimento Sustentável, Marcio Nunes, e representantes da Secretaria de Infraestrutura e Logística, Instituto Ambiental do Paraná, Departamento de Estradas de Rodagem, Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes e Agência Nacional de Transportes Terrestres.

O trecho a ser finalizado tem cerca de 13 quilômetros e vai ligar a Rodovia da Uva (PR-417), em Colombo, passando pela Estrada da Ribeira (BR-476) até a Régis Bittencourt (BR-116), em Campina Grande do Sul e Quatro Barras. A construção do via está entre as obrigações da concessionária Autopista Régis Bittencourt.

Romanelli afirmou que a obra é prioritária para o futuro de Colombo e de toda a região metropolitana de Curitiba. “Conseguimos reunir na mesma mesa órgãos estaduais, federais e a prefeitura de Colombo. É uma obra que vai encurtar distâncias, reduzir o tempo das viagens e aumentar a segurança. Ficaram decididos alguns pontos em comum para destravar a obra e trataremos agora com a concessionária”, disse.

Entre as dificuldades para a execução da obra estão questionamentos relacionados ao impacto ambiental da construção da estrada. O secretário Marcio Nunes e a equipe do IAP se comprometeram a dar prioridade ao assunto.

A construção do Contorno Norte de Curitiba vai retirar o tráfego pesado de dentro da capital e das cidades da região metropolitana. É formado por quatro lotes: o primeiro liga a BR-227 sentido interior até a Estrada do Cerne (PR-090), o segundo vai da Estrada do Cerne a Rodovia dos Minérios (PR- 092). O terceiro lote conecta a Rodovia dos Minérios a Rodovia da Uva (PR-417) e quarto que ainda falta construir conectando a Rodovia da Uva a Estrada da Ribeira e a Régis Bittencourt.

Deixe um comentário