fbpx

      O deputado estadual Luiz Claudio Romanelli defendeu, nesta quarta-feira (14) os investimentos realizados para a realização da Copa do Mundo no Brasil. “A Copa do Mundo está trazendo muitas vantagens ao país. São R$ 29 bilhões de investimentos, sendo R$ 20 bilhões em obras de infra-estrutura e mobilidade, importantes para o país e há muito esperadas. Só em impostos a Copa vai gerar a arrecadação de R$ 17 bilhões. Será uma grande vitrine para o país”, afirmou.

      Segundo Romanelli, entre 2010 e 2014, foram gerados 3 milhões de empregos nos setores público e privado, em função das obras para a Copa do Mundo. “Somente em Curitiba, as obras e serviços voltados para a realização da Copa do Mundo geraram 20,4 mil empregos formais. Foram contratados 10 mil trabalhadores na área da hotelaria e alimentação e as obras da Arena da Baixada geraram mais de 5 mil empregos”, disse Romanelli.

      Para o deputado, os que condenam a realização da Copa no Brasil fazem o discurso do quanto pior, melhor. “Os que falam contra a Copa querem promover o desgaste da presidenta Dilma ou ouvem as vozes da pequena burguesia porque agora tem que pagar um salário digno para empregada doméstica. São os que não querem o povo como protagonista A direita brasileira, que faz o discurso contra a Copa, tem uma postura negativa, pessimista e não leva em conta os grandes benefícios definitivos que a Copa está trazendo ao país, como o acréscimo de empregos formais e as obras de infra-estrutura importantíssimas. São os eternamente do contra, que não reconhecem os avanços e as conquistas”, disse.

      Segundo Romanelli, graças aos esforços do então prefeito Beto Richa e do governador Requião, Curitiba recebeu o maior investimento já realizado em toda a sua história em obras de mobilidade e infra-estrutura. “Graças à Copa, o aeroporto Afonso Pena foi ampliado, a Rodoferroviária foi totalmente remodelada, a Avenida das Torres foi modernizada, foram feitos três novos viadutos, quatro trincheiras e centenas de quilômetros de vias públicas. São obras perenes, importantes para a população”, disse.

      0804-romanelli

      A Copa vai atrair mais de 300 mil turistas estrangeiros e estima-se que eles gastarão no país R$ 297 milhões. Estima-se que 3,7 milhões de pessoas, entre brasileiras e estrangeiras, estarão em trânsito pelo Brasil, durante o período do evento – em Curitiba serão 164 mil visitantes. Elas devem deixar na economia do turismo um total de R$ 6,7 bilhões ao longo dos jogos. A estimativa faz parte de um levantamento feito pelo Ministério do Turismo e projeta o número de turistas e seus gastos durante o período da Copa do Mundo de 2014.

Deixe um comentário