O deputado Romanelli (PSB) pediu ao governador Ratinho Junior urgência nas obras de recuperação asfáltica e manutenção de seis rodovias estaduais do Noroeste e do Norte Pioneiro. As rodovias, adianta Romanelli, estão em más condições de tráfego e prejudica mais de 80 mil moradores da região. “A situação é mais crítica porque devido à produção de soja, que teve um acréscimo de cinco vezes nos últimos anos, há um fluxo muito grande de caminhões para transporte dos grãos, bem como, o fato de existir um turismo importante na região, principalmente devido aos rios Ivaí e Paraná”, diz Romanelli no requerimento aprovado nesta quarta-feira, 3, assinado ainda pelo deputado Tião Medeiros (PTB).

No requerimento, Romanelli lista os trechos rodoviários que precisam de intervenção imediata das obras. A PR 180, do trevo de Moreira Sales a Cruzeiro do Oeste e entre Planalto a Amaporã. A PR 218, entre Santa Cruz do Monte Castelo e Querência e entre Santa Cruz do Monte Castelo e Loanda. A PR 478, entre Loanda a São Pedro do Paraná. A PR 576, entre Santa Cruz do Monte Castelo a Santa Isabel do Ivaí e Santa Isabel do Ivaí a Santa Mônica. A PR 281, entre Santa Isabel do Ivaí a Planalto e PR 435, entre Bandeirantes e Abatiá.

Aumento do custo – Além do escoamento da produção de soja, as rodovias servem o transporte escolar e tráfego de ambulâncias. “Somente para exemplificar um fato importante, a Cocamar investiu R$ 50 milhões na região e devido à negativa das transportadoras em transportar os grãos, em virtude das péssimas condições das rodovias, foi necessário um pagamento extra aos transportadores, gerando um custo desnecessário e prejudicial aos produtores”.

O deputado reitera que as referidas rodovias já estão inseridas no programa estadual de recuperação e conservação de estradas, mas que existem ações judiciais em virtude de questões de licitação e com a recomendação do Tribunal de Contas do Estado para suspender a execução das obras do programa.

“No entanto, o que se espera do Governo do Estado, nesse momento, em virtude do estado ‘crítico’ que se encontram as rodovias, sejam envidados esforços para uma manutenção urgente, ao menos objetivando tampar os buracos nas rodovias”, completa Romanelli.

Deixe um comentário